logo2

Certificação LSA

O empresário Bruno de Oliveira, sócio diretor da Montaer, recebendo a certificação LSA do MC01

Detalhe da aeronave MC01 LSA

A Certificação LSA

Pela definição da FAA (Federal Aviation Administration), Light Sport Aircraft (LSA) é uma aeronave fácil de voar, simples de operar e manter e que, desde sua certificação inicial, preserva as seguintes características construtivas e de performance:

- Peso máximo de decolagem de 600 kg (650 para anfibios);
- Velocidade de stol máxima de 45 knots;
- Operação VFR (Durante o dia);
- Velocidade máxima de 120 knots;
- Monomotor a pistão;
- Máximo de dois ocupantes;
- Cabine não pressurizada;
- Trem de pouso fixo;

Contudo, uma aeronave que possua essas características é somente elegível à categoria LSA/ALE. Para realmente ser certificada como LSA/ALE, deve ter sido projetada, ensaiada e aprovada de acordo com uma norma consensual (as normas ASTM aplicáveis ao tipo da aeronave), e seu fabricante deve garantir que os seguintes itens estejam em conformidade com as normas consensuais ou partes do FAR 21 (RBAC 21 no Brasil):

- Equipamentos requeridos para a operação e instalados na aeronave;
- Um sistema de garantia de qualidade na produção da aeronave;
- Testes de aceitação pós-produção executados em cada aeronave;
- Instruções de operação da aeronave (geralmente descritos no Manual de Voo fornecido pelo fabricante);
- Procedimentos de inspeção e manutenção, descritos geralmente em um manual;
- Identificação e registro de grandes modificações ou reparos;
- Sistema de aeronavegabilidade continuada (garantir meios para que o operador da aeronave a mantenha, durante sua vida operativa sempre de acordo com as características do projeto aprovado, por meio de manutenção adequada, cumprimento de boletins e assim por diante);
- Instruções de montagem emitidas pelo fabricante (somente para os kits de LSA experimentais).

No ano de 2018 o MC01 recebeu a certificação LSA.